presentepassado

foto antiga

.

folheio álbuns fotos cartões postais

catalogando:

guardar queimar esconder

e um monte fica sobrando

para um outro olhar

.

invento histórias

para os coadjuvantes

interrogo aqueles que reconheço

e me detenho especialmente

naquela que fui

.

pergunto sem meias palavras

o que dela em mim permanece

enquanto avalio disfarçadamente

o que dela perdi na poeira do tempo

somo divido multiplico

tudo é contundente e inconcluso

.

e no silêncio da noite

volto as fotos preservadas em segredo

caminho por aquele passado

do qual não posso me desfazer

nem decifrar

mais

tumblr-in-dissoluvel. jullietth1

(tumblr_indissoluvel_julliett1)

.

volto pra casa

sem querer

penso numa viagem

no sol que se põe

do outro lado do mundo

vontade de ir lá pra ver

aqui não tem graça

ou tem mas esse jeito inquieto

de estar sempre a procura

faz o mundo girar

.

chegarei na hora incerta

não se preocupe

essa vontade de ser

é sempre impulso

mola que movimenta

elástico no estilingue

e então voar

nesta data

kam_tang_biogimage

.

em 15 de março inicia-se uma nova vida
o que passou será mencionado como se fora um sonho
ou uma lembrança de vidas passadas
excetuando-se algumas coisas
absolutamente cotidianas e banais
como trabalhar comer  morar e respirar
tudo o mais será diferente
.
o uso do mesmo nome é mera opção pelo mais fácil
poderia ser qualquer outro
mas em benefício da comodidade
sigo atendendo por ele
e respondendo aos interlocutores
como se de fato eu fosse ainda a outra
.
em 15 de março jaz em algum lugar um rosto
uma história decomposta em outras
persistirá em algum nível
interditando/intermediando a de agora
porém não há garantias
nem mesmo esta data é precisa
já que tudo é ilusão

 

(Imagem: kam-tang-biogimage)

inevitável

image by tumblr

ainda que se demore olhando vitrines ou tomando café

pensando que está em Paris ou Aldebaran sabe que voltará

baterá na mesma porta e na mesma tecla dessa melodia triste

refrão cansado de nada inovar

ainda que compre um passe de livre trânsito por todo o país

em seu íntimo não há espaço para mais que um pensamento

que vai e volta engarrafado em si mesmo obsessivo como só

ainda que tente castelos de areia sem fim

eles se desfarão à primeira brisa ou onda

ainda que percorra o mundo inteiro

o que te motiva é o não encontrar

 

(do livro fronteiras, sette letras)