breve

serei breve

passarei por sua janela
veloz como um pássaro
que não busca pouso

em breve
assim espero
não espere mais

então direi fui
e a poeira
confirmará

em breve
toda estrada será neutra
toda noite pouca

e seu rosto corpo sorriso
não serão mais que um hábito
de escavar memórias

entre amigos

nem sempre podemos
reunir amigos caminhar com eles
ficar bobos de tão contentes
são tantos compromissos
trânsito distâncias
mas de repente
descobrimos um jeito
de abrir uma janela
e saltamos por ela
brincando e rindo
felizes como crianças
com nossas horas roubadas

pé no chão

caminho ao seu lado

pés descalços em terra batida

o céu cinza em vésperas de noite

o silêncio pondo em relevo

nossa respiração

 

sabemos que dias assim são presentes

que o universo nos dá

nossas mãos entrelaçadas

trocam calor dados impressões

 

por que não nos vimos antes ?

quase pergunto

mas prefiro sorrir

deixar a noite chegar

sem certezas ou dúvidas

janeiro

tumblr_belleshaw
(tumblr-belleshaw)

.

parecia enfim o começo

as cortinas da natureza abertas

chão de terra pés descalços

um teto a construir com calma alegria

um abraço pleno desarmado

.
os dias despertavam

enlaçados um no outro

as peças dessa vida quebra-cabeça

se encaixando

.

já sabíamos algumas trilhas florestas

cantilenas do sertão e praias só nossas

o arco íris bem a frente

era só seguir confiar e tecer

um mundo de partilhas

.

anotei nossas promessas e nomes

no velho caderno sem pauta

limpei as vidraças do coração

e com um sorriso límpido

parti acreditando

.

não sei se foi o vento sudeste

as folias do Carnaval

ou as águas antecipadas de março

que arrastaram os sonhos

até as pedras

simples

para interromper um silêncio

podemos  ler algum conto famoso

contar uma piada um causo

 

para corromper o silêncio

podemos mentir ou tirar do baú

segredos que juramos nunca revelar

 

mas se o silêncio for solo fértil  

basta sorrir e nada dizer

pois o que é pleno

simplesmente é