e-smile

no calendário se passaram

quinze dias semanas meses

as portas não batem

o elevador raramente range tudo é quase

máscaras tornaram-se item obrigatório de vestuário

nas poucas vezes que vamos ao front

precisamos estar alertas

tomar cuidado com sutilezas

sem sorrisos algumas frases se afiam e ferem

teremos de mudar o modo de falar

colocar legendas nas brincadeiras

usar emotion icons como nas mensagens

.   

novos manuais de comunicação

serão criados e vendidos em todo lugar

treinamentos on line de como se exprimir sem sorrir

ser afetuoso sem abraços

contornar esse estranho momento

sobreviver nesses quinze dias medos semanas

interrogações meses distâncias anos…

mutantes

passo dias imaginando atos de coragem e rebeldia

dividindo as noites entre momentos de insônia e Netflix

noticiários fazem das mortes placares de jogos um recorde após o outro

há presságios no céu mais límpido

gritos brotam avulsos agredindo o silêncio desse inabitual frio de inverno

e nem chegamos a junho

sempre fomos tropicais alegres e desejantes

agora não sei para onde vamos entre tantas guerras particulares

que invadem nosso espaço já tão cerceado

ficamos à deriva perdemos as certezas que fingíamos ter

e aproveitando o confinamento quase obrigatório

reforçamos nossas tocas estocamos mantimentos

e nos adaptamos às trincheiras