releitura

Difícil compreender seu poema paulista

seu humor desconcertante

frio como vento cortante

no fim das tardes onde vagueio

por pensamentos sem saída

 

Impossível até acreditar no seu amor anunciado

já que se encontra apertado

na agenda com mil assuntos

e compromissos variados

 

Um dia desses eu me canso

me engano com qualquer outro

entro para alguma seita

queimo suas horas extras

(inclusive as que me incluem)

acendo incenso e te incendeio

Um comentário sobre “releitura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s