ALGUMA CERTEZA

A vida é feita de silêncio e vozes, de força bruta e sutis afagos

A vida é recheada de sustos, paixões, parcas cortando fios.

A vida numa tela 30X40 fica de bom tamanho ?

Dá pra se comprar alguma já com esboço, pra se ter uma idéia ?

Já sei, já sei, sem esboço, sem garantia ou direito a troca.

Fico com essa mesmo, fazer o quê ?

 

Compro manuais, acordo cedo, faço ta-i-chi, digo que estou OK,

mas minha economia interna parece deliciar-se com o caos.

Quanto vale o carro zero, as metáforas, as horas que perco a me enredar ?

Difícil avaliar se na primavera tudo muda.

 

A vida é feita de instantes que se somam, dividem, dispersam

E aquela tela na parede da sala: com casa, trem e fumaça ?

Bom também o retrato com as crianças todas no quintal.

Tá bom, já sei, a vida não é uma pintura ou foto na parede.

 

Na varanda minha onze-horas se recusa a abrir antes das treze.

Vindo de não sei onde um galo canta e a tarde cai.

Meu dia descompassa.

 

(do livro fronteiras, vânia osório, sette letras)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s