longe e perto

Não vim de longe nem de perto

Acho que estou aqui há muito

Entre arbustos  e flores amarelas

Misturada ao dia e a tantas cores

A noite me ausento

Costurando segredos

Tenho sido assim

Espécie nativa, ribeirinha, estelar

Reta, curva, inércia e velocidade

Caminhando por trilhas da imaginação

Amando no escuro

Roubando sementes

Pra criar meu próprio jardim

Não vim de perto e já fui longe

Em toda viagem, ausência, emboscada

Sobrevivi por ter uma asa aqui

Pedra angular, terra e água

Acácia, palmeira, jasmim

Pequeno gomo, um amigo gnomo

Massa de modelar entre as mãos

Inventando formas, desenhando mundos

Brincando de ser e de não ser

Amando em silêncio

De  mais

De   vagar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s