Mais uma Osorio pra chupar a rapadura…

 

H2O

Quando o céu parecia querer chorar

Dentro de mim já se tinha feito tempestade

Resolvi sair pela cidade pra não transbordar

Imunda, inundada daquele “mês-maremoto”

Perdi a metade esperança, fiquei toda solidão

Meus cabelos ventaram até o destino

Embaraçados como meu coração

Entrei de fininho naquele mundo de pernas grossas

Seria meu destino acabar ali?

Comecei conversas secas, desconversadas

Palavras desperdiçadas, perdidas, jorradas

Mais um gole, dois, três copos

 A garrafa inteira vazia pro tempo passar

Mas quem passou foi você

 E eu fiquei

Fiquei ouvindo você me imitar

Sem nem ao menos me conhecer

Em um minuto já era muito,

Muito tarde pra te largar

A água agora só caía lá fora

Aqui dentro uma sede…

2 comentários sobre “Mais uma Osorio pra chupar a rapadura…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s