futuro do pretérito

as rédeas  escapam de nossas mãos

o cavalo que supúnhamos cavalgar

nos dirige para onde quer

mostra o que somos quando a deriva

nos leva aonde não saberíamos chegar

nem ousaríamos se mantivéssemos

a vida sob nosso domínio

 

tolice ou pretensão, sei lá

não há qualquer chance de seguirmos

por estradas límpidas

bem delimitadas nos mapas de navegação

 

navegamos em mar bravio

sem bússola

sem mapa

sem navio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s